12 a 22/08 - Três escritores da África confirmam participação na Bienal do Livro de São Paulo

12/08/2010 10:00

Três escritores da África confirmam participação na Bienal do Livro de São Paulo

Autores integrarão a programação cultural do Salão de Idéias e debaterão com o público questões ligadas à lusofonia, que é um dos temas da Bienal do Livro de 2010

Os escritores angolanos Ondjaki e José Eduardo Agualusa e o moçambicano Mia Couto participam da programação cultural do Salão de Ideias, na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Os três representarão os escritores do continente africano e debaterão com o público questões ligadas à lusofonia, que é um dos quatro temas da feira neste ano.

Ndalu de Almeida, mais conhecido como Ondjaki, nasceu em Luanda (Angola) em 1977, e é considerado um dos jovens e promissores talentos da literatura angolana. Autor de romances, contos e poesias já traduzidos para idiomas como o inglês, francês, espanhol e alemão, aventurou-se também no cinema, tendo codirigido (junto a Kiluanje Liberdade) um documentário sobre a capital angolana: "Oxalá Cresçam Pitangas - histórias de Luanda"

José Eduardo Agualusa nasceu em 1960, na cidade do Huambo, região central de Angola, antiga Nova Lisboa, que chegou a ser idealizada como nova capital do império Português antes da independência angolana, em 1975. Estudou agronomia e silvicultura em Lisboa. É autor de romances já traduzidos para diversos idiomas, como o alemão, bengali, catalão, dinamarquês, espanhol, francês, holandês, inglês, italiano e sueco.

Mia Couto, nasceu na Beira (Moçambique), em 1955, e chegou a estudar medicina, sem concluir a faculdade. É considerado hoje um dos grandes escritores da língua portuguesa em todo o mundo, sendo o autor mais traduzido de Moçambique.

Outros dois convidados que participarão das discussões sobre a "língua de Camões" são o biógrafo português João Marques Lopes, autor de "Saramago: Biografia", lançado agora em 2010, e Miguel Gonçalves Mendes, cineasta português que acompanhou o escritor José Saramago nos últimos anos. Os outros temas da Bienal do Livro são: Monteiro Lobato, Clarice Lispector e livro digital.
Programação cultural especial

Agora em 2010, a Bienal do Livro de São Paulo prepara uma extensa programação que oferecerá cultura, conhecimento e entretenimento aos mais variados públicos visitantes da feira. Para isso, convidou personalidades que oferecerão subsídios aos debates propostos, às atividades promovidas e às atrações especialmente produzidas para envolver o público, em um esforço que visa estimular e ampliar o hábito da leitura entre os brasileiros.

Os homenageados e temas principais da programação cultural da Bienal do Livro são:

Monteiro Lobato; Clarice Lispector; Lusofonia e Livro Digital.

       

Já tradicional ao longo da história da feira, o Salão de Ideias promoverá por volta de 40 encontros encabeçados pelas personalidades convidadas pela organização do evento, que vão colocar em discussão os mais variados temas, como a literatura em suas diversas vertentes, a magia da história, esporte e literatura, vampirismo, entre muitos outros. O espaço é organizado por dois curadores: o jornalista Manuel da Costa Pinto, editor do programa Entrelinhas e apresentador do Letra Livre, ambos da TV Cultura; e o também jornalista e especialista em cinema Alexandre Agabiti Fernandez.

Neste ano, a Bienal do Livro também inova, com o lançamento do espaço Cozinhando com Palavras. Sob curadoria do chef, editor de livros gastronômicos e jornalista André Boccato, promoverá uma série de workshops e mesas de debates sobre gastronomia em livros. Para isso, o evento montará uma arena gastronômica onde chefs e outras personalidades terão contato direto com o público.

A organização da Bienal do Livro dedicou especial atenção à programação do Espaço do Professor, que terá como curadora a conceituada escritora Marisa Lajolo, também professora da Unicamp e Universidade Presbiteriana Mackenzie e palestrante internacional. O Espaço do Professor foi organizado na forma de um curso que tem o objetivo de capacitar professores a trabalhar o livro em sala de aula.

Sob curadoria da editora e consultora em educação Maria Tereza R. Arruda Campos, o Território Livre da Bienal do Livro, como já indicado, será um espaço dedicado a promover debates sobre questões que envolvem o momento de escolhas e de definições da própria identidade dos jovens, incluindo aspectos culturais e do mercado de trabalho para este público.

O curador Walcyr Carrasco, renomado autor de novelas, escritor e membro da Academia Paulista de Letras, levará ao Palco Literário grandes nomes do teatro, cinema, música e televisão que farão um link entre a literatura e as demais expressões artísticas. Além disso, o espaço receberá uma sessão aberta da Academia Paulista de Letras.

Para o público infantil, a Bienal do Livro preparou uma série de atividades destinadas a envolver e atrair as crianças para o mundo da leitura. A programação inclui duas séries especiais de atividades: o segmento temático O Livro é uma Viagem, organizado pelo IPL (Instituto Pró-Livro) e dedicado a promover a leitura desde cedo; e Fábulas com a Turma da Mônica, que tem como curador o próprio criador da turma de personagens de histórias em quadrinhos, Mauricio de Sousa.

A organização do evento firmou ainda uma parceria com o canal Discovery Kids, que montará no Anhembi o espaço Exploração Discovery Kids, destinado a oferecer atividades lúdicas aos pequenos.

Confira a lista de convidados já confirmados para a Bienal do Livro 2010:

Salão de Idéias – curadores – Alexandre Agabiti Fernandez e Manuel da Costa Pinto

Estrangeiros:
Azar Nafisi (Irã)
Benjamin Moser (EUA)
Conn Iggulden (Reino Unido)
Dacre Stoker (Canadá)
João Marques Lopes (Portugal)
John Boyne (Irlanda)
José Eduardo Agualusa (Angola)
Jostein Gaarder (Noruega)
Mia Couto (Moçambique)
Miguel Gonçalves Mendes (Portugal)
Ondjaki (Angola)

Brasileiros:
Affonso Romano de Sant´Anna
Ana Maria Machado
André Vianco
Angela-Lago
Bartolomeu Campos de Queirós.
Beth Goulart
Christian Barbosa
Contardo Calligaris (italiano radicado no Brasil)
Eva Furnari
Fabrício Carpinejar
Fernando Vilela
Geraldo Galvão Ferraz
Giulia Moon
Gustavo Cerbasi
Heloisa Prieto
Ignácio de Loyola Brandão
João Luiz Ceccantini
José Mojica Marins (Zé do Caixão)
Katia Canton
Laurentino Gomes
Lucia Maria Teixeira Furlani
Lygia Fagundes Telles
Marçal Aquino
Marcelino Freire
Maria Helena de Moura Neves
Mario Sergio Cortella
Marisa Lajolo (também curadora do Espaço do Professor)
Martha Argel
Mauricio de Sousa
Miguel Gonçalves Mendes.
Milton Hatoum
Moacyr Scliar
Nádia Gotlib
Pasquale Cipro Neto
Paulo Markun
Pedro Bandeira
Ricardo Azevedo
Roberto Shinyashiki
Rodrigo Lacerda
Rubem Alves
Ruth Rocha
Soninha Francine
Stela Barbieri
Teresa Montero
Thalita Rebouças
Verônica Stigger
Walcyr Carrasco (também curador do Palco Literário)
Ziraldo

Território Livre – curadora – Maria Tereza R. Arruda Campos
Alberto Dines
Ana Erthal
Adriana Falcão
Ataliba Castilho
Caco Barcellos e equipe do programa “Profissão Repórter”
Carlos Alberto Faraco
Carlos Scaramuzza
Ciça Lessa
Fabrício Corsaletti
Fernando Reinach
Guaraciaba Micheletti
Gustavo Cerbasi
Guta Stresser
Hélio de la Pena
José Guilherme Magnani
Laís Bodanski
Lílian Romão
Lobão
Luiz Bolognezi
Luiz Nassif
Mara Luquet
Márcia Tiburi
Massimo de Felice
Mônica Pilz Borba
Newton Cannito
Petra Leão
Rachel Biderman Furriela
Rafael Cortez
Reinaldo José Lopes
Ricardo Calil
Ricardo Kobashi
Roberto Cassano
Rui Amaral
Serginho Groismann
Sérgio Ricardo
Tatiana Schibuola
Toninho Horta
Wilson Sideral.

Palco Literário – curador – Walcyr Carrasco
Membros da Academia Paulista de Letras
Bianca Rinaldi
Carmo Della Vecchia
Nívea Stelmann
Paulo Goulart
Regina Duarte
Sergio Marone
Wagner Santisteban
Zeca Camargo

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!