28/06 - Atrizes em Foco em Mesa de Discussão

28/06/2011 19:00

 Atrizes em Foco em Mesa de Discussão

Aproximar os aprendizes dos profissionais com carreiras reconhecidas no mercado nacional, mostrando as perspectivas que este mercado reserva, além de ampliar o olhar artístico é o intuito da Mesa de Discussão "Duas Gerações de Teatro e Cinema no Brasil – Atrizes em Foco", oferecida pela SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco.

 

Mediado por Nadja Turenko, orientadora do curso de Difusão Cultural Mímica Corporal Dramática, o encontro, que será realizado hoje (28/06), às 19h, na sede da SP Escola de Teatro, apresentará as experiências de Djin Sganzerla e Helena Ignez como atrizes de cinema e teatro e as estratégias de produção de seus projetos.

 

Formada em Mímica Corporal Dramática pela Ecole de Mime Corporel Dramatique, de Paris e membro permanente da companhia inglesa Theatre de L’Ange Fou, Nadja Turenko já se apresentou e ministrou workshops em diversas cidades do Brasil pelos projetos Sesi Viagem Teatral e Sesc Palco Giratório.Durante sua trajetória como atriz, diretora, professora e roteirista, atuou em 33 espetáculos, três longas e dois curtas-metragens, seriados e publicidade em TV. Recebeu prêmios de Revelação do Ano (BA) e Melhor Direção no Festival de Guaramiranga, com o espetáculo “Clarices”. Lecionou, durante 12 anos, na Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Premiada Atriz

Djin Sganzerla é atriz e produtora. Recebeu os prêmios de Melhor Atriz de Cinema de 2008, pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA); Melhor Atriz no 12º Festival de Cinema Luso-Brasileiro, em Portugal; Melhor Atriz no 18º Festival de Cinema de Natal, e Melhor Atriz Coadjuvante no 39º Festival de Cinema de Brasília.

 

No teatro, Djin trabalhou com os diretores Antonio Abujamra em “O Que é Bom em Segredo É Melhor em Público”; José Celso Martinez Corrêa, em “Cacilda”; e Rogério Sganzerla, em “Savannah Bay”. Atualmente, dirige, ao lado de André Guerreiro Lopes, o espetáculo “Estranho Familiar” e ensaia “O Belo Crepuscular”, seu primeiro solo. Atuou em mais de dez longas metragens, entre eles: “O Gerente”; “As Doze Estrelas”; “Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha” e “Canção de Baal”.

 

40 Anos de Trajetória

Figura de destaque na cultura brasileira, há mais de 40 anos, Helena Ignez integra inúmeros movimentos de vanguarda e está envolvida com produção e inclusão nos vários campos da arte cênica e cinematográfica. Em 2008, lançou o longa-metragem “Canção de Baal”, que dirigiu e produziu. No 37º Festival de Cinema de Gramado recebeu o prêmio de Melhor Longa-Metragem Brasileiro e de Direção de Arte, pelo Júri da Crítica; no 8º Festival I Mille Occhi – Trieste, na Itália, recebeu o prêmio Anno Unno. Em 2009, produziu e dirigiu o longa “Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha”.

Serviço:

“Duas Gerações de Teatro e Cinema no Brasil – Atrizes em Foco” 
Convidados: Nadja Turenko, Djin Sganzerla e Helena Ignez 
Quando: 28/06, das 19h às 22h
Onde: SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco
Avenida Rangel Pestana, 2.401 – Brás
Entrada franca

 

 

 

 

 

 

 

 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!