até 28/11 - Inscrições aberas para o Prêmio Nacional Expressões Culturais Afrobrasileiras

28/10/2011 10:00

 

De 10 de outubro a 28 de novembro

Inscrições aberas para o Prêmio Nacional Expressões Culturais Afrobrasileiras

Geledes

A 2ª edição do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras abriu inscrições, nesta segunda-feira (10), com objetivo de estimular e incentivar as expressões artísticas de estética negra. Este ano, o prêmio – uma realização da Fundação Cultural Palmares e do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves (Cadon), com o patrocínio da Petrobras – é dedicado às comemorações do Ano Internacional dos Povos Afrodescendentes, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), para o combate ao racismo.

A expectativa de participação para este ano é de superação com relação ao ano passado. Desde o lançamento do evento, em 28 de setembro, mais de 800 acessos foram identificados no site da organização, segundo dados do Cadon. Desses, 200 foram direcionados do site da Fundação Palmares. “O interesse pelo tema já se mostrou presente. Diversas instituições confirmaram presença no prêmio. Assim, teremos a chance de divulgar a arte e cultura afro de forma mais abrangente”, comentou Ruth Pinheiro, presidente do Cadon.

Para o diretor do Departamento de Fomento e promoção da Cultura Afro-brasileira da Fundação Palmares, Martvs das Chagas, o prêmio é uma excelente oportunidade para termos um quadro da produção artística afro-brasileira. “ O número de inscrições deverá nortear a necessidade do aumento dos valores do prêmio em suas próximas edições.Por isso, convidamos a todas as organizações a se inscreverem”, destacou.

As inscrições estarão abertas no período de 10 de outubro a 28 de novembro de 2011 e só poderão ser feitas pelo site www.premioafro.org. Até o fim do dia, o edital do prêmio será publicado no portal.

Os projetos inscritos serão avaliados por uma comissão de membros indicados, e serão considerados os critérios de excelência artística, histórica e efetiva contribuição artística para a cultura afro-brasileira, pertinência do conteúdo à questão afro-brasileira, qualificação dos profissionais e viabilidade técnica de execução.

Para acompanhar as novidades sobre o concurso, os participantes e apreciadores da cultura afro-brasileira poderão seguir os perfis desta segunda edição pelo Twitter e Facebook. Basta acessar os endereços eletrônicos www.twitter.com/premioafro ewww.facebook.com/premioafro.

Após a divulgação dos resultados, será realizada uma cerimônia de premiação para os vinte projetos vencedores.

Fonte: Mulher Negra

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!