Ceará vai produzir gás a partir de lixo coletado em aterros sanitários

06/05/2014 13:12

Ceará vai produzir gás a partir de 

lixo coletado em aterros sanitários

Tribuna do Ceará

Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) aprovou, no dia 10 de abril, o projeto que estimula a produção de biogás gerado dentro dos aterros sanitários e usinas de tratamento. O Gás Natural Renovável (GNR), também pode ser chamado de biometano, é produzido em estações de tratamento e aterros sanitários.

 

O processo acontece da seguinte forma: o lixo orgânico depositado nos aterros sanitários, quando em decomposição, libera gás na atmosfera. Esse gás vai ser capturado pelas empresas de tratamento que vão ser montadas dentro dos aterros. A partir disso esse gás passa a ser desintoxicado, gerando o gás natural renovável.

 

Ceará é o primeiro estado do Nordestea produzir o gás natural e o projeto pretende incentivar a utilização de fontes alternativas de energia. Segundo a assessoria de comunicação do Conpam, já existe um estudo que garante a viabilidade de captura do gás metano existente nos aterros de Caucaia, Maracanaú e Eusébio.

 

Segundo a assessoria do Conpam, algumas empresas já pretendem vir ao Ceará para ver a viabilidade de montagem nos aterros e a expectativa é que o gás comece a ser produzido ainda esse ano. Os benefícios do novo gás são que, além de ser totalmente limpo, ele é reutilizado, diminuindo os níveis gasosos na atmosfera. O valor ainda não foi estipulado.

 

A assessoria também revelou que o órgão vai incentivar empresas a usar esse gás renovável. “Vamos criar a certificação Produção Limpa que será concedida às empresas que fizeram uso do GNR produzido no Ceará a partir do Biogás.”

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!