Coalizão de entidades lança campanha nacional contra incineradores de lixo

11/10/2011 22:24

 

 

Coalizão de entidades lança campanha nacional contra incineradores de lixo

Incinerador Não

No dia 30 de setembro, marco do dia de ação global contra o lixo e a incineração, foi realizado na cidade de São Bernardo do Campo o seminário técnico “Resíduos Sólidos: alternativas sustentáveis”.  O evento reuniu especialistas da área, movimentos sociais e juristas para debater o impacto da incineração de resíduos e as alternativas. Reuniu cerca de 170 pessoas e foi acompanhado ao vivo por transmissão pela internet.

Durante o evento a Coalizão Nacional contra a Incineração do Lixo lançou uma campanha nacional contra os projetos de tratamento térmico dos resíduos sólidos para geração de energia em processo de implantação em todas as regiões do Brasil. A Coalizão lançou um manifesto com argumentos técnico-cientificos refutando essa tecnologia como destinação adequada com resíduos sólidos.

Manifesto esta disponível na página da campanha (www.incineradornao.net) para que entidades, movimentos sociais e indivíduos façam sua adesão e divulguem o documento. adesões no e-mail manifesto@incineradornao.net

Outras ações do Dia de Ação Global no Brasil

Catadores ligados ao MNCR realizaram um debate em defesa da coleta seletiva com a inclusão das cooperativas e associações de catadores na cidade de Manaus, no Amazonas.  O evento foi realizado na sede da Cáritas regional norte e discutiu os impactos dos incineradores na região norte.

Também em São Paulo, catadores de materiais recicláveis estiveram presentes no debate “meio ambiente e os trabalhadores”, no qual palestrou a Ministra do Meio Ambiente Izabela Teixeira, a filosofa Marilena Chauí e o ex-ministro de Direitos Humanos Paulo Vanucchi. Durante o evento os catadores entregaram panfletos aos presentes contra a implantação do incinerador em São Bernardo do Campo.

Dividindo a mesa do o Deputado Vicentinho e o Prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho, a  Ministra Izabela Teixeira, em sua intervenção, criticou a forma como esta sendo conduzindo a implantação de um incinerador de lixo na cidade de São Bernardo do Campo. Declarou que apóia a posição dos catadores e que a sua inclusão na gestão dos resíduos sólidos é prioridade máxima.  A critica da Ministra repercutiu mal para o Prefeito da cidade e fortaleceu o movimento contra a implantação do incinerador de lixo.

A filósofa e professora da USP, Marilena Chauí, também se posicionou contrária a implantação dos incineradores. Segundo ela, os países desenvolvidos como a Alemanha empurram tecnologias ultrapassadas para os países emergentes, como é o caso dos incineradores.

 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!