Outubro: Debates: Corpo Imagem dos Terreiros em várias cidades

14/10/2010 14:30

 

Projeto contemplado pelo edital de debates Cultura e Pensamento 2009/2010, tem por objetivo discutir a produção de imagens fotográficas no contexto dos rituais religiosos do candomblé, para gerar um repertório capaz de pensar criticamente a manifestação cultural de matriz africana no Brasil, e suas imagens. Esta série de mesas-redondas é um dos desdobramentos do projeto Representações imagéticas das africanidades no Brasil, um dos selecionados do Programa em 2007 na categoria Debates on-line, publicado na revista Studium.


As discussões ocorrerão em outubro e novembro próximos, tendo como ponto de partida a projeção de imagens dos fotógrafos-debatedores em cada mesa, seguida de suas respectivas palestras. A proposta é envolver o público nessa dinâmica, permitindo intervenções, perguntas e comentários, bem como uma entrada no universo mítico-ritual. Os curadores do projeto contribuirão como mediadores para promover um debate de caráter informal, no sentido de aproximar dos participantes para abranger públicos diversos, inclusive leigos nos assuntos tratados.


As mesas foram compostas de acordo com dois principais eixos conceituais:

I) O corpo-terreiro e a experiência ritual. Este eixo tem a finalidade de traçar o surgimento dos terreiros e sua importância da formação do território brasileiro como uma forma de resistência simbólica e cultural dos descendentes de escravos e a importância das manifestações religiosas para assegurar o patrimônio de origem africana e sua manutenção no contexto da diversidade étnica brasileira, considerando o universo étnico dos candomblés que vai além da presença única de negros – o que demonstra a forte influência que essa cultura teve na formação da identidade nacional. Este assunto foi formulado exemplarmente por Muniz Sodré (Fundação Biblioteca Nacional e UFRJ) no livro O terreiro e a cidade e nos serve como ferramenta teórica para formular essa questão. O geógrafo Rafael Sanzio Araújo dos Anjos (UNB) também a discute em suas preocupações geográficas, tratando especialmente dos territórios étnicos e das referências africanas pra o entendimento da cultura brasileira. Mohammed ElHajji (UFRJ) contribui trazendo para o debate o ponto de vista da diásporas africanas. Roberval Marinho (Opô Afonjá/UCB), Rita Nemenz (Tenda de Umbanda do Caboclo Imaraji) e Marco Aurélio Luz (SECNEB/Ilê Asipá) trazem as discussões sobre o cotidiano em diferentes aspectos de suas atuações tanto como escritores, como iniciados ao culto, revelando suas matrizes. Reginaldo Prandi discorre sobre as relações mitológicas e Marcelo Bernardo da Cunha (Mafro/CEAO/UFBA), sobre a iconografia das diásporas.


II) O corpo-imagem e a produção de presença. Este segundo eixo tem a finalidade de fazer ressoar a discussão inicial nas representações/apresentações imagéticas, ressaltando a produção de conhecimento e a criação de uma visualidade sobre a experiência, permitindo a exploração do campo conceitual das imagens fotográficas como agenciador de debates contemporâneos, que ressaltam no papel da imagem para a compreensão do universo cultural e sagrado dos terreiros. Cada um dos debatedores-fotógrafos convidados para este momento (André Vilaron, Duda Bentes, Jorge Luiz Alvarez Pupo, Diógenes Moura, Adenor Gondim, Bauer Sá, Aristides Alves, Vantoen Pereira Júnior. Christian Cravo, Mirian Fichtner) têm a finalidade de promover essa discussão no âmbito da produção imagética, por meio da análise de seus trabalhos fotográficos e de outros autores como Mario Cravo Neto, Pierre Verger, José Medeiros, especialmente trazidos por mim, Denise Camargo, como uma contribuição da curadoria deste projeto no inventário de referências visuais.

PROGRAMAÇÃO

(ainda sujeita a alterações e acréscimos)

[ Brasília/DF ]
Quando: 14/10/2010 – das 14h30 às 17h
Local: Auditório da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília

Eixo Conceitual I

  • O projeto Corpo-imagem dos terreiros – Palestrante: Denise Camargo (curadora)
  • O território brasileiro, para pensar o espaço dos terreiros – Palestrante: Rafael Sanzio Araújo dos Anjos
  • Depoimento: Entender o cotidiano do candomblé, é entender a vida – Palestrante: Roberval Falojutogun Marinho

Eixo Conceitual II

  • Etno-documentação visual em terreiros do Distrito Federal – Palestrante: Duda Bentes
  • Arte-documentação dos terreiros – Palestrante: André Vilaron
  • Síntese: Paulo Rossi

_________________________________________

[ São Paulo/SP ]
Quando: 28/10/2010 – das 14h30 às 17h
Local: Auditório da Ação Educativa

Eixo Conceitual I

  • O cotidiano dos terreiros – Palestrante: Reginaldo Prandi
  • A experiência ritual na tradição banto – Palestrante: Rina Nemenz

Eixo Conceitual II

  • Um obi para a cabeça do mundo(Arte e religiosidade na Pinacoteca do Estado de São Paulo) – Palestrante: Diógenes Moura
  • Religiosidade africana e identidade fotográfica  – Palestrante: Jorge Pupo
  • Um díptico da experiência ritual – Palestrante: Denise Camargo
  • Síntese: Linguagem e experiência – Palestrante: Fernando Fogliano

_________________________________________

[ Rio de Janeiro/RJ ]
Quando: 11/11/2010 – das 14h30 às 17h
Local: Auditório do CFCH da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Praia Vermelha)

Eixo Conceitual I

  • Palestrante: Mohammed ElHajji

Eixo Conceitual II

  • Cavalo do santo – rituais afro-brasileiros no Rio Grande do Sul – Palestrante: Miriam Fichtner
  • Síntese: Paulo Rossi e/ou Denise Camargo
  • Também participarão das mesas-redondas: Milton Guran, Vantoen Pereira Júnior

_________________________________________

[ Salvador/BA ]
Data: 18/11/2010 – das 18h30 às 21h30
Local: Auditório do CEAO Universidade Federal da Bahia

Eixo Conceitual I

  • A dinâmica da civilização afro-brasileira – Palestrante: Marco Aurélio Luz

Eixo Conceitual II

  • Retratos: identidade, corpo e presença – Palestrante: Bauer Sá
  • Retratos: As irmandades religiosas – Palestrante: Adenor Gondim
  • Palestrante: Aristides Alves
  • Síntese: A iconografia das diásporas – Marcelo Bernardo da Cunha

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!