Primeira rodada de debates aborda temas como direitos humanos e comunicação

29/11/2012 00:22

Primeira rodada de debates aborda

temas como direitos humanos e comunicação

Programação de palestras e debates da ExpoCatadores 2012

começou a todo vapor e agradou ao público presente no evento

Foto: Sidmar Oliveira

A palestra Os mecanismos de proteção social e os direitos humanos dos catadores, no auditório 1, contou com a presença da advogada Maria do Rosario de Oliveira Carneiro, do Centro Nacional de Defesa dos Direitos Humanos da População de Rua e Catadores de Materiais Recicláveis. “Esse tipo de palestra deveria acontecer mais vezes, na teoria vemos quais são os nossos direitos. Não temos só deveres, também temos direitos”, comentou Neli de Souza Silva Medeiros, que trabalha na COOPERSOLI e é presidente da Rede Sol/MG.

O que mais chamou a atenção de Neli foi ver exemplos de como os catadores, de alguma forma, estão conseguindo avançar e crescer. “É importante para dar visibilidade ao setor e fazer com que os governantes reconheçam e paguem pelo trabalho que já fazemos há anos”.

Quem veio de fora do país também gostou da discussão. Juliene Mangni, catadora de Benin, na África, ressalta que é bom “como troca de experiências, para saber o que está acontecendo, saber dos direitos”. Federico Parra, coordenador geral do programa de catadores WIEGO, na Colômbia, achou o tema muito pertinente.

No auditório 3, foi abordada a comunicação livre e as redes sociais como meios para potencializar a causa e transportar valores desse núcleo social. “É muito boa essa oportunidade. É importante incentivar a comunicação entre os catadores”, comentou Israel Silva, que trabalha na ASCAMAREM, em Muriaé, Minas Gerais.

Foto: Sidmar Oliveira

Também foram discutidos a gestão de resíduos nas cidades que vão receber a Copa do Mundo em 2014 e a Responsabilidade Compartilhada, que entra no contexto da logística reversa. “Há esforço das empresas para chegar nos quatro cantos do Brasil mas não para praticar o caminho inverso”, comentou João Paulo Amaral, pesquisador do IDEC.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!