Até 09/12 - Repleta de novidades, Bienal de Arte de São Paulo chega à 30ª edição

09/12/2012 10:00

Repleta de novidades, Bienal de

Arte de São Paulo chega à 30ª edição

Camila Passetti 

O visitante pode esperar um projeto dedicado ao frescor, com inúmeras obras inéditas de jovens artistas e uma rica programação de palestras, performances, filmes, eventos para a família, entre outras atrações.

Uma “constelação”. Essa é a grande inspiração d30ª Bienal de São Paulo, sob o título “A iminência das poéticas”. De acordo com a curadoria, é como se as obras e os artistas singulares conversassem entre si. O visitante pode adentrar este céu repleto de estrelas, coentrada Catraca Livre, entre os dias 7 de setembro e 9 de dezembro, no Pavilhão Ciccillo Matarazzo do Parque do Ibirapuera, projetado por Oscar Niemeyer.

Ao contrário das edições anteriores, a maioria dos artistas participantes são emergentes, ainda desconhecidos do público. Segundo o curador-geral da mostra, o venezuelano Luis Pérez-Oramas, cerca de 60% das obras produzidas pelos 110 artistas são inéditas ou criadas especialmente para a exposição.

O visitante pode esperar, portanto, um projeto dedicado ao frescor.  Além das novidades artísticas, a organização caprichou numa programação com visitas orientadas, ateliês, palestras, seminários, performances, exibição de filmes e eventos especiais para famílias.

Essas atividades paralelas à mostra fazem parte do Educativo Bienal. Com a curadoria de Stela Barbieri, pretende levar o público a refletir sobre a arte e a vida contemporânea e valorizar as experiências cotidianas.

“O educativo trabalha em campos poéticos, encontros e desvios, similitudes e contrastes, que tensionados, tornam-se visíveis e ativam o campo de criação com o público”, afirma Stela.

 

Conhecido como Pavilhão da Bienal, o prédio onde a mostra acontece é projetado por Oscar Niemeyer

Destaques Catraca Livre

São muitas as atrações oferecidas pela 30ª Bienal durante seus três meses e meio, e o Catraca Livre fará uma seleção especial com alguns destaques durante esse período.

Além dos encontros, performances e eventos pontuais, uma programação periódica garante ao visitante entretenimento e informação diariamente. É o caso de “Ateliê com artista convidado”, que acontece todos os sábados, às 15h, com artistas que darão oficinas.

Também aos sábados, às 11h, em “Leitura de poesia para crianças e famílias”, os pequenos são convidados a conhecer o universo da poesia enquanto se divertem.

Aos domingos, sempre às 15h, acontece o “Falar Imagens”, um laboratório de leituras das obras da exposição que leva os visitantes a conhecerem mais profundamente os trabalhos dos artistas.

O público infantil também é privilegiado aos domingos, com narração de histórias, apresentações musicais e brincadeiras, que começam a partir das 11h.

Quinzenalmente, às sextas-feiras, às 20h, artistas farão uma roda de debates para conversar especialmente com os jovens sobre arte e a vida contemporânea.

Outro destaque da Bienal é o projeto “Looking At Listening”, uma experiência sonora e visual, que acontece todos os dias, das 10h às 15h. O espaço é um ambiente onde os visitantes são convidados a explorar a escuta ao manipular dispositivos na obras. Alto-falantes colocados atrás de painéis de metal produzem sons que, quando ativados, invadem a obra com ondas sonoras.

Em “Dance Constructions”, uma performance baseada na improvisação e no acaso une bailarinos e artistas da cidade de São Paulo em três obras vivas, que são ativadas todas as terças, quintas, sábados e domingos, às 15h, e quartas e sextas, às 18h.

Uma das grandes novidades desta edição é o “Mobile Radio”, uma estação de rádio com transmissão ao vivo direto da Bienal.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!