A grilagem de terras nas Américas

26/02/2012 16:35

A grilagem de terras nas Américas

 

Interessante análise do jornalista norte-americano sobre

semelhança da luta pela terra nos diversos continentes

 

Charles Simmona

Tradução: Sandrah Sagrado

A atual luta contra grilagem de terras no Brasil é liderada pelos afro-brasileiros - Quilombolas - descendentes dos cativos africanos fugidos que começaram cerca de 4 séculos atrás.

 

Embora ocorra hoje no Brasil, também acontece na Colômbia, na maioria das Américas - Norte, Central e Sul - e aqui em nossa Detroit / EUA - onde residem trabalhadores  pobres, afrodescendentes e indígenas.

 

Devemos lembrar que este roubo de terras e povos começa com a chegada de Colombo e outros piratas que massacraram, exterminaram, estupraram, roubaram, e despejaram à força os povos indígenas da África, Ásia, América do Norte e do Sul. 

 

A maior parte das Américas, Austrália, Nova Zelândia, Havaí e outros , hoje são territórios de colonizadores brancos  formadores das classes dominantes há tanto tempo que  se esqueceram de como se tornaram cidadãos.

 

Nos EUA a grilagem de terras se disfarça em renovação urbana, construção de estradas, barragens, regionalização e gentrificação  (enriquecimento a partir da apropriação de terras antes desvalorizadas).

 

Ninguém em 99% é segura a partir desta grilagem hoje.

 

A tarefa agora para 99% é compreender as raízes do problema e organizar, onde quer que estejamos, não só para cessar a grilagem de terras, como realizar apoio concreto àqueles que lutam pela sobrevivência, e só assim construirmos novas sociedades sustentáveis ​​em todos os lugares.

 

Charles Simmons é professor de Jornalismo e Direito da Eastern Michigan University e também o co-fundador e diretor do Museu da Comunidade Negra e  de Instituto de Formação  de Liderança para os Direitos Humanos, em Detroit, Michigan

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!