21 a 25/11 - 1ª MOSTRA ETALON YENNENGA no cinema da Matilha Cultural

25/11/2010 17:00

1ª Mostra Etalon Yennenga na Matilha Cultural

de 21 a 28 de novembro 

 

A “ 1ª Mostra Etalon Yennenga” realizada pela “ Odun Formação & Produção” com apoio da “Matilha Cultural” e a “Embaixada Francesa” , fará parte das comemorações da consciência negra. Composta por filmes africanos das décadas de 70 e 80 que receberam o prêmio “ Etalon Yennenga” no FESPACO ( Festival Panafricano de Cinema e TV e Ouagadougou – Burkina Faso) de 1972 a 1985, a Mostra ficara entre  21 a 25 de novembro, na Matilha Cultural.

 

PROGRAMAÇÃO 1ª MOSTRA YENNENGA –  ODUNFORMAÇÃO & PRODUÇÃO

21 de Novembro de 2010

19h – Filme: “ Le Wazzou Polygame”  ( Oumarou Ganda, Niger, 1970, 36min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1972.

19h40 – Filme: “Mumbi7cenas pós Burkina” ( Viviane Ferreira, 2010, 7min) ( lançamento)

20h00 – Roda de conversa pós filmes.

23 de Novembro de 2010

17h – Filme: “ Les Mille Et Une Mains” ( Souhel Benbarka, Maroc, 1971, 60min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1973.

19h – filme: “ Muna Moto”  ( Jean´Pierre Dikongué-Pipa, Cameroun, 1974, 85min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1976.

21h – Filme: “BAARA” (Souleymane Cissé, Mali, 1978, 90min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1979.

24 de Novembro de 2010

17h – Filme: “ Djeli” ( Fadika kramo-Lanciné, Côte d´Ivoire, 1981, 90min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1981.

19h – filme: “FINYÉ”  (Souleymane Cissé, Mali, 1983, 100min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1983.

21h – Filme: “Histoire D´une Rencontre” (Brahim Tsaki, Algérie, 1985, 77min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1985.

25 de Novembro de 2010

17h – Filme: “Histoire D´une Rencontre” (Brahim Tsaki, Algérie, 1985, 77min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1985.

19h – Filme: “SARRAOUNIA” ( Med Hondo, Mauritanie, 1987, 120min) – prêmio Etalon de Yennenga de 1973.

21h – Roda de conversa pós filme

Sinopses dos filmes

“ Le Wazzou Polygame”  – Um crente muçulmano, de volta da Meca, recebe o título de El Hadj. Mas ele não tem escrúpulos em cobiçar a jovem Satou, prometida a Garba. Só resta ao Garba, furioso, deixar a aldeia para ir à cidade. Mas um drama mais grave surge; a segunda esposa do Hadj, Galika, não aceita a intrusa e para impedir o casamento, decide matá-la durante a noite antes do casamento.

“ Les Mille Et Une Mains” – Em Marrakech, o velho tintureiro Moha e seu filho Miloug transportam pacotes de fios de lã…Assim começa a minuciosa tecelagem de tapetes vendidos no exterior e a labuta dos homens, mulheres e meninas.

“ Muna Moto”  – Ngando e Ndomé se amam. Ngando quer casar com Ndomé mas a família da Ndomé lembra-lhe que ele deve pagar o dote. Órfão, ele recorre ao tio para ajudá-lo a cumprir esta obrigação tradicional. Mas o tio, que não consegue ser mai apesar das três esposas, decide casar com a moça, sem saber que ela está grávida de Ngando.

“BAARA” – Um jovem camponês maliano trabalha como baara, isto é carregador de bagagens em Bamaco. Um dia, faz amizade com um jovem engenheiro. Este passa a protegê-lo, ajudá-lo nos seus problemas com a polícia e consegue um emprego para ele na fábrica. O engenheiro, que estudou na Europa, tenta aplicar suas idéias liberais dentro da fábrica. Ele se opõe ao sindicato << da casa>>, submisso ao patrão, e entra em conflito com a diretoria da fábrica.

“ Djeli” – Dois estudantes marfinenses, Fanta e Karamoko, estão apaixonados e querem se casar. Nascidos na mesma aldeia, seus pais respectivos se conhecem bem. Mas Karamoko Koyaté, filho de griô, ao pode casar com Fanta, filha de um descendente direto das famílias ilustres do Mandingue. Apesar do mundo em plena transformação, ambas  famílias se opõem ao casamento  entre seus filhos para preservar a tradição.

“FINYÉ” -   Dois adolescentes malineses, Bah e Batrou, oriundos de classes sociais diferentes, se encontram no liceu. Bah é descendente de um grande chefe tradicional. O pai de Batrou, governador militar, representa o novo poder. Ambos adolescentes pertencem à uma geração que recusa a ordem estabelecida e põe em questão a sociedade.

“Histoire D´une Rencontre” – Duas crianças surdas e mudas. Ela, filha de um engenheiro petroleiro americano. Ele, filho de um camponês argelino. Encontram-se e conseguem comunicar, ultrapassando todas as barreiras culturais que os separam.

“SARRAOUNIA” – Em uma aldeia da África, um velho homem confia sua filha ao seu amigo. Com este pai adotivo, ela aprende o manejo das armas, as verdades da vida, os modos de comunicação com os espíritos. Uma vez mulher, Sarrounia assume a liderança dos Aznas. Rainha, ela não procura dominar, mas lutar pela independência e ela paz. 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!