Iridologia - Ciência e Arte

30/08/2010 22:31

IRIDOLOGIA: Ciência e Arte

 

*Serg Rios Alves 

 

 

            Os olhos sempre nos pareceram reveladores de verdades ocultas.

            Quando queremos descobrir o que vai de verdade na mente e no coração de alguém procuramos estabelecer uma conversa “olho no olho”.

            A Iridologia é ciência e arte, é a porta que nos permite o acesso a diferentes aspectos do ser, desde o corpo físico, seus tecidos e órgãos, até os mais profundos labirintos mentais e emocionais.

            A iridologia nos mostra a dinâmica da interação das forças que determinam nosso estado de equilíbrio, estabelecendo, ou não, nossa condição natural de ser saudável.

            Em 1670 foi publicado na Alemanha por Philipus Meyens o primeiro trabalho onde temos um mapa ainda que rudimentar da íris relacionando determinados sinais presentes na íris com anomalias orgânicas, mas foi o médico húngaro Ignatz Von Peczely que acabou sendo reconhecido como o pai da Iridologia moderna por seus estudos junto a seus pacientes relacionando os sinais que apresentavam nas suas íris e suas queixas, que o levaram a publicar em 1886 uma carta ou mapa iridológico, que relaciona os diversos órgãos do corpo a áreas específicas da íris.

            Ao longo do tempo padrões de avaliação foram se estabelecendo, criando diversas escolas de iridologia com abordagens diferenciadas.

            Seja qual for a escola de iridologia utilizada, sempre a análise é feita através da observação atenta da íris.

            A análise pode ser feita através de lupa, fotografia feita com equipamentos especiais ou ainda por câmeras de vídeo e câmeras digitais.

            Basicamente são observadas alterações nas fibras que compõem a íris, quanto a seu alinhamento radial, sua cor, manchas e sinais específicos que indicam as tendências de possíveis desequilíbrios na saúde física e emocional, e portanto pré sintomáticos, tornando a iridologia uma ferramenta poderosa na prevenção de doenças.

            Apesar de ser um instrumento muito útil na compreensão do ser humano e seus desequilíbrios, sejam físicos ou emocionais, tendências, habilidades, dificuldades, maneira de ser, profissões mais indicadas, tipos de relacionamentos, traumas potenciais e muitas outras informações sobre o indivíduo, poucas pessoas conhecem o potencial desta ciência-arte e o grande público ainda não se apercebeu que pode se beneficiar com a iridologia quando usada como avaliação por profissionais competentes nas mais diversas técnicas terapêuticas conhecidas.

*Serg Rios Alves

Terapeuta e Diretor do Instituto Avalon

 

 

Ciência e Arte

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!