Projeto leva sustentabilidade à comunidade de Brasilândia em SP

28/11/2011 17:22

Projeto leva sustentabilidade à comunidade de Brasilândia em SP

Ciclovivo

A paranaense Monica Picavêa levou o movimento Transition Towns

 ao bairro da Brasilândia, em São Paulo.

Imagem: Rogério Cassimiro/Época

A paranaense Monica Picavêa implantou, em 2010, um projeto ecológico no bairro da Brasilândia, em São Paulo. Ela levou o movimento Transition Towns (ou Cidades em Transição), que busca transformar os ambientes urbanos em cidades sustentáveis, para a periferia paulistana.

Monica é formada em jornalismo e tem mestrado em marketing. Já trabalhou no Programa do Ratinho, foi presidente da Fundação Alphaville e atualmente tem uma empresa de consultoria em sustentabilidade.

Em Brasilândia, bairro pobre na Zona Norte da cidade, moram 265 mil pessoas, destas mais de 500 estão inseridas no projeto. A iniciativa Cidades em Transição foi criada pelo inglês Rob Hopkins e tem como objetivo inserir a sustentabilidade em grandes centros urbanos, com o empenho e soluções da comunidade local.

Neste programa sustentável a premissa é traçar planos para uma economia com menos impacto ambiental, em que a dependência de produtos derivados do petróleo, como combustíveis e plásticos, seja a menor possível. O movimento está presente em 34 países e já conta com 382 iniciativas pelo mundo.

A versão brasileira do projeto foi aplicada com uma rede de moradores da Brasilândia com diversas iniciativas pelas quais são encontradas soluções para os problemas locais. Monica não participa de todas as ações, porém atua como facilitadora de reuniões, onde a comunidade reúne-se para debater suas ideias.

Muitas coisas mudaram em um ano. Se antes os terrenos baldios do bairro serviam de lixão hoje os locais abrigam hortas comunitárias. Atualmente, é feito o reflorestamento e há cuidados com as nascentes. Algumas mulheres se organizam em cooperativas de costura e confeitaria e frequentam aulas de reeducação alimentar. Há também unidades de saúde com aulas de lian gong (técnica chinesa para tratar dores), ioga e grupos de caminhada.

Ao levar o movimento Transition Towns ao bairro, Monica levou o debate sobre as questões ambientais a um público que não tinha conhecimento sobre os problemas climáticos do momento. Desta forma, direciona o local para um desenvolvimento sustentável e forma sujeitos conscientes. Para ela, desastres causados pelo aquecimento global podem ser evitados se as pessoas se mobilizarem localmente. Com informações da Época.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!