Filme contra as drogas pode ser obrigatório nos cinemas

13/09/2010 12:00

Filme contra as drogas pode ser obrigatório nos cinemas

 

Texto deve ser votado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte

 


Por proposta do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), a exibição de um filme publicitário esclarecendo as consequências do uso de drogas ilegais e do abuso de substâncias ilícitas poderá ser obrigatória no início de cada sessão em todos os cinemas brasileiros. O texto deve ser votado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). A relatora, senadora Kátia Abreu (DEM-TO), vota pela aprovação da matéria. A produção do filme, de acordo com o projeto, seria custeada com recursos do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) e haveria, posteriormente, uma regulamentação para definir os órgãos responsáveis pela supervisão técnica da produção e pela fiscalização da exibição.

O parlamentar justificou a apresentação da proposta lembrando que, na qualidade de subrelator da CPI do Narcotráfico, pôde constatar que o crescimento do consumo de drogas é assunto que preocupa todas as camadas da sociedade brasileira. "O perigo do uso de drogas e suas consequências rondam a todos nós. O problema atinge principalmente os adolescentes menos experientes, presas mais fáceis desse verdadeiro flagelo moderno. É por isso que, mais do que nunca, é fundamental travar a batalha da informação e do esclarecimento sobre o uso de drogas".

Kátia Abreu assinala, em seu relatório, o caráter educativo da proposta e lembra que o cinema já foi muito utilizado para propagandear o consumo de cigarro e de álcool. Lembra ainda que, no Brasil, a publicidade de tais produtos tem sido restringida ao máximo, medida que, quando associada a campanhas de esclarecimento, tem resultado na conscientização.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!